Área do Cliente

Empreendedor: Como conseguir uma captação de recursos de longo prazo ideal

Ter um capital de giro para manter o negócio funcionando de maneira saudável ainda é um desafio para muitos gestores. Recorrentemente é necessário que se pense na captação de recursos de longo prazo para manter o negócio em crescimento no mercado.

Dentre os principais desafios para que um negócio consiga angariar recursos, está o de conseguir se destacar em meio à concorrência, atraindo a atenção dos investidores. Segundo Marcelo Viana, da T4 consultoria, a empresa precisa estar devidamente amparada por dados e informações que mostrem o quão preparada está para expandir no mercado:

“É preciso ter estrutura e contar com um bom projeto de captação de recursos, que mostre aos potenciais investidores que se trata de um negócio sustentável, em constante desenvolvimento e que frequentemente busca inovar”, acrescenta.

Captação de recursos de longo prazo – prática de empresas saudáveis

Quando o negócio tem como intuito a captação de recursos públicos precisa, antes de tudo, ter definido qual o objetivo da aplicação do investimento, o que deseja (inovação em tecnologia, expansão da empresa em território nacional, inovar em maquinário, etc.).

Viana esclarece que a busca constante do negócio por captar recursos de longo prazo é o que favorece a estabilização do capital de giro na empresa e a faz crescer, expandido as suas operações no mercado. Mas mesmo que os gestores reconheçam a importância da busca por investimentos, desconhecem as estratégias para consegui-los.

“É preciso que o negócio submeta o projeto de captação de recursos. Esse projeto basicamente é um documento que será apresentado diante dos investidores, precisa ser muito bem realizado e todos os pontos indispensáveis precisam estar presentes na estrutura dessa apresentação”, explica.

Segundo Viana, há alguns itens indispensáveis em um projeto de captação de recursos como:

    Toda a documentação solicitada deve ser enviada.

Entenda como encontrar as linhas de fomento para investimento no negócio

Antes de partir para a captação de recursos de longo prazo é fundamental que se pesquise muito bem para conhecer todas as opções disponíveis, algumas agências como é o caso do BNDES (O banco nacional do desenvolvimento) e do FINEP (Financiadora de Inovação e Pesquisa), por exemplo, permitem que a empresa faça a busca e encontre as opções mais indicadas para o seu projeto. Além do BNDES, existe outros bancos públicos, com o objetivo de financiar e incentivar o desenvolvimento de empresas e o social, como BNB – Banco do Nordeste, BASA –  Banco da Amazônia S/A, Desenvolve SP e outros.

“Uma boa fonte de informações também costuma ser as associações e organizações que sejam ligadas à área de atuação do negócio”, orienta o consultor.

Pontos a serem levados em conta no momento de captar recursos de longo prazo

Primeiramente é preciso entender qual é o perfil da empresa e quais áreas necessitam de investimento, exemplo: será necessário desenvolver a parte tecnológica na empresa seja com a finalidade de industrializá-la ou para a comercialização?

Viana alerta que há outros questionamentos básicos, mas essenciais que o gestor precisa fazer, como saber exatamente de quanto precisa para investir no negócio, e claro, se o negócio está em condições para arcar com o financiamento de longo prazo.

“Apresentar equilíbrio financeiro é indispensável, o que se leva em conta no momento da aprovação do projeto de captação de recursos de longo prazo é a reputação do negócio e se está em uma constante fase de desenvolvimento no mercado”, acrescenta.

Outra questão importante em torno da captação de  recursos de longo prazo é que o negócio precisa estar em uma fase de constante avanço, demonstrando experiência e solidez no mercado. Empresas que adotam práticas de governança corporativa, por exemplo, são vistas positivamente pelos agentes financeiros de bancos públicos.

“Ao mensurar o estágio atual em que o negócio se encontra, pode-se então definir de maneira estratégica o quanto de investimento será necessário para o avanço das operações”, conclui.

Fonte: Jornal Contábil - 04/11/2019

Desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
ContasPro Serviços Contábeis




Enquete

O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular